O conceito baseia-se em dois princípios fundamentais; primeiro o de que o cliente não tem de pagar as valências que não usa, logo o serviço que contrata não as contempla.